Sábado, 26 de Abril de 2008

Jornal de Amarante - Crónica 24.04.08

Mais uma crónica publicada no "Jornal de Amarante".

 

 

 

 

 

 

 

Cumprimentos Criativos!


publicado por amarante_csg às 21:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

CENASEF - O ÚNICO CENTRO DE SEMENTES FLORESTAIS DO PAÍS


publicado por amarante_csg às 13:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

DESDOBRAVEL DA PALESTRA


publicado por amarante_csg às 21:05
link do post | comentar | favorito

Palestra sobre a reciclagem

 

Tema recorrente dos dias de hoje, a reciclagem constitui-se acima de tudo como uma atitude individual de preocupação com a situação ambiental do planeta. Como tal, e como referimos há meses atrás, achamos importante sensibilizar as pessoas para a prática da reciclagem, de que tanto ouvem falar. Assim, no próximo dia 2 de Maio terá lugar no Infantário do Colégio uma iniciativa relacionada com esta temática dirigida aos mais pequenos. Torna-se fulcral educar bem  as crianças para que no futuro sejam cidadãos preocupados com o meio ambiente e sensíveis ás alterações que o nosso planeta atravessa. 

 

Esta palestra surge com umas das medidas que apresentamos para o sector ambiental em Amarante. Pretendemos:

  1. Sensibilizar as crianças para a prática da reciclagem;
  2. incutir-lhes o dever de  levar aos adultos a informação que recebem;

     

  3. dar-lhes conta de algumas mudanças nas regras de reciclagem.

     

 

Acima de tudo mostrar-lhes que a reciclagem não é um processo tão complicado quanto parece e que pequenos gestos ajudam a conservar o PLANETA!

Mais informações sobre a iniciativa serão aqui divulgadas. Entretanto está já disponível o cartaz feito pelo grupo para a ocasião.

 

                     

 


publicado por amarante_csg às 19:45
link do post | comentar | favorito

Barragem de Fridão

No passado sábado (19 de Abril) realizou-se no Salão Nobre dos Paços do Concelho uma sessão pública para discussão sobre a hipotética barragem de Fridão prevista no âmbito do Plano Nacional de Barragens.

Nesta sessão palestraram os Profs. Hélder Leite e Rui Cortes bem como a Eng. Berta Estevinho. O nosso grupo não quis deixar de comparecer a uma iniciativa deste género e aqui ficam as conclusões retiradas dos esclarecimentos prestados.

 

 

PALESTRA SOBRE A HIPOTÉTICA BARRAGEM DE FRIDÃO

Conclusões

Da assinatura do Protocolo de Quioto surgiram algumas medidas em Portugal para reduzir a emissão de gases causadores do efeito de estufa para conseguir cumprir as metas estabelecidas.

Um dos planos que nasceu (ou renasceu) foi o do aproveitamento hidroeléctrico do rio Tâmega que previa a construção de 3 barragens, uma das quais em Fridão (Amarante) a cerca de 6 km do centro histórico.

            Muitos foram os estudos de impacte ambiental e alguns deles anunciam colapsos nos ecossistemas na zona circundante à hipotética barragem, que é considerada zona sensível.

            Esta barragem surge num plano de medidas de combate à dependência económica de Portugal que necessita de importar grande fatia da matéria-prima para a produção de energia, nomeadamente petróleo e de carvão para as centrais térmicas. Pensa-se também que com estas medidas será possível atingir a meta proposta pelo governo, que é produzir 45% da sua energia através de fontes de energia renovável e também cumprir os objectivos do Protocolo de Quioto não se arriscando a ter de pagar multas.

            Contudo, parece que este plano de acção só se preocupa com a resolução do problema energético nacional e não com a estabilidade e qualidade de vida das cidades e habitantes das zonas em que se vão instalar as barragens.

 

A construção da barragem de Fridão acarreta vários problemas ambientais devido à zona em que hipoteticamente será construída. O local envolvente à barragem é sobretudo zona florestal e agrícola, que são terras ricas em nitratos e fosfatos devido à utilização de fertilizantes agrícolas. Por processos de lixiviação estes químicos afluirão ao rio criando habitats propícios.

            O crescimento destas algas denomina-se por eutrofização e despoleta crescimento de umas algas superficiais na albufeira, algumas delas tóxicas que acentuarão o grave problema que o rio já traz de Espanha, a poluição da sua água. Consequências gravíssimas no ecossistema, quebrando o equilíbrio das espécies.

A existência de uma barreira de algas impede que a luz solar atravesse para águas profundas impedindo a fotossíntese nas plantas aquáticas e consequentemente a água empobrece-se em oxigénio. Esta desoxigenação da água abalará certamente a fauna e flora aquática.

 

 

 

 

 

Outro problema preso também à construção da barragem e à eutrofização das águas é a estratificação térmica. Dependendo da altura da barragem e da zona de captação da água para a queda surge a problemática dessa água ser pouco oxigenada e volta-se ao problema da poluição.

 

 

 

 

Amarante, muito conhecida pelo seu centro histórico e muito sustentada no turismo ficará sem margem de dúvida abalada pela construção da barragem. A jusante da barragem (zona centro da cidade), devido à diminuição do caudal, o rio poderá ter um mau aspecto, as águas ganharão cores invulgares e poderão existir maus odores que denegrirão a imagem da cidade aos visitantes e diminuir a qualidade de vida dos que nela vivem.

            Para a nossa cidade, considerada uma das mais verdes do país, o impacte desta infra-estrutura destruirá a sustentabilidade dos ecossistemas e irá fragilizar espécies características da zona.

             A montante da barragem aparece o problema da inundação das margens que destruirá o habitat de algumas espécies e fala-se mesmo, devido à envergadura da barragem, de ter de se desalojar algumas zonas habitacionais.

            A nível estético também trará consequências preocupantes, dado que a estrutura de aproximadamente 100 metros de altura (a altura da barragem ainda não esta totalmente definida, segundo sabemos, mas oscila entre 90 e 110 metros) não se enquadra na morfologia da região, o que enegrecerá a imagem da cidade tão dependente da sua zona centro.

 

sentimo-nos: interventivos

publicado por amarante_csg às 17:15
link do post | comentar | favorito

Estratégias para a cidade

Para completar o diagnóstico realizado já aqui publicado, colocamos também um documento que dá conta das estratégias para esta fase e para a cidade de Amarante. Mais uma vez, o documento está disponível na nossa página http://ccamarantecsg.googlepages.com.

 

Para aceder directamente, basta consultar

http://ccamarantecsg.googlepages.com/estratégiaseobjectivos

 


publicado por amarante_csg às 16:36
link do post | comentar | favorito

Plano de fundo: Amarante

Cada vez mais procurada como uma imagem, Amarante continua a ser requisitada para figurar ou ser o fundo de muitas produções quer publicitárias quer cinematográficas, entre outras.

Exemplo disso, foram as filmagens que se realizaram no centro histórico amarantino para a conhecida marca de automóveis Mazda. Aqui fica o trabalho final que está disponível na internet e nas televisões japonesas e que, sem dúvida, enche Amarante de orgulho.

 

sentimo-nos:
tags:

publicado por amarante_csg às 16:24
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Diagnóstico da cidade de Amarante

Como já aqui tínhamos referenciado, nestes últimos meses procedemos ao levantamento dos pontos fortes e fracos da nossa cidade, para que chegados ao fim de mais uma das etapas, pudéssemos avançar para as propostas para Amarante. Colocamos então na nossa página (http://ccamarantecsg.googlepages.com) um documento que dá conta da diagnose por nós efectuada.

Para aceder ao diagnóstico,

http://ccamarantecsg.googlepages.com/diagnóstico-cidadedeamarante


publicado por amarante_csg às 20:35
link do post | comentar | favorito

ESCLARECIMENTO

Dadas as confusões que têm acontecido nos ultimos dias entre o nosso blog e o projecto AMARANTE TV, decidimos vir dar este esclarecimento. Este blog é fruto de um projecto de alunos do Colégio de S. Gonçalo para o concurso Cidades Criativas, lançado pela Universidade de Aveiro, no âmbito da disciplina de Área de Projecto.

O post aqui publicado dava conta da nossa ida ao Amarante TV, que ainda nao aconteceu, como meio de divulgação do nosso projecto aos amarantinos. Estamos por isso alheios a qualquer informação que seja publicada no site do projecto Amarante TV e nao temos qualquer ligaçao a esse projecto além da já referida.

 

O grupo AMARANTE_CSG


publicado por amarante_csg às 18:04
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Abril de 2008

Orquestra do Norte . . .uma referência

 

 

 

 

Apesar de já termos intenção de falar disto há mais tempo, só agora temos oportunidade de referenciar uma das mais prestigiantes entidades sediadas na nossa cidade. Falamos, pois, da Orquestra do Norte, com sede no Cine – Teatro local, que se tornou não só referência em Amarante mas também fora, como por exemplo em Portimão. Como explica o maestro José Ferreira Lobo e também director artístico, a Orquestra «é uma orquestra sinfónica, que responde a todo o reportório sinfónico, coral sinfónico e ópera. Embora seja sinfónica é suficientemente flexível para se poder deslocar e responder a uma programação muito diversificada». Na cidade algarvia, a ON participa nos concertos de Natal e Páscoa bem como nas “Noites de Ópera” que já caminham para a sua segunda edição (Outubro). Estas participações tornaram a Orquestra do Norte num fenómeno de êxito no sul do país, estreitando ainda mais a relação de amizade que une a ON e Portimão. Para além de concertos em Amarante (12 de Abril, por exemplo), a ON figura noutros concertos no resto do país, preparando, inclusive, para uma digressão em 2009 por várias cidades da Alemanha. Mais informações sobre a passagem por Portimão ou sobre a Orquestra do Norte, em http://www.barlavento.online.pt/index.php/noticia?id=23016 e http://www.orquestradonorte.com/


publicado por amarante_csg às 21:26
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Abril de 2008

Soluções existem... e que tal se as usassem?

      Tema recorrente da sociedade actual, a temática das acessibilidades constitui-se como uma preocupação dos nossos dias.  Assim, achamos importante reflectir sobre este tema no contexto da cidade de Amarante, pegando num exemplo a que todos os dias assistimos. Falamos da zona circundante à nossa escola. O artigo, que a seguir colocamos, foi também publicado no “Jornal de Amarante” na edição desta semana, para além de umas fotografias que tiramos no decorrer desta “pesquisa”.

Soluções existem... e que tal se as usassem?

 

            É verdade que muitas vezes os problemas estão à vista de todos, mas é de igual modo verdade que as soluções também estão à nossa frente e não as utilizamos, porquê? Será por pensarmos que sozinhos não mudaremos nada? Ou será por puro comodismo? Deixamos a resposta ao critério do leitor.

            Chamou-nos à atenção o problema que existe a nível de acessos ao nosso colégio, quer de manhã por volta das 9 horas, quer à tarde por volta das cinco e até mesmo na hora de almoço. O problema já é fruto da atenção da comunidade e dos órgãos autárquicos há algum tempo, e muito recentemente foi construído um novo troço de estrada acima do colégio que visava escoar o trânsito que até então não tinha sentido de fluir correctamente. O que acontecia era que as pessoas vindas da zona do Queimado ascendiam ao colégio, para deixar os alunos, eram obrigados a dar ali a volta.

             E perguntamos nós, acontecia? Acontecia e continua a acontecer. Esta estrada permitia um fluxo correcto do trânsito, assim os condutores que subiam a Madalena em direcção ao colégio podiam deixar os estudantes e continuar a marcha sem inverter sentido, que é o principal motivo do congestionamento ali criado. Mas...

            O trânsito continua com graves problemas, continua caótico e se existe solução é incompreensível não lhe darmos uso; porque continuam ali as pessoas a dar a volta? 

            Outra causa deste engarrafamento são os autocarros que transportam alunos do colégio, mas esse problema não tem solução aparente, porque nem todos os autocarros conseguem descer a ultima rampa do troço da estrada nova.

            As fotos que apresentamos comprovam o que acima dissemos. Foram tiradas por volta das 5 horas e como se pode ver os carros que passam no novo troço são poucos. 

            É por isso importante chamar à atenção das pessoas para este problema, é desconfortável para todos, cria atrasos, muitas vezes desnecessários e a solução era tão fácil, a estrada esta lá, usem-na! Não nos deixemos levar pelo comodismo, pelo egoísmo e não queiramos o caminho mais fácil, porque esse, muitas vezes, levamos a caminhos mais difíceis. A palavra-chave é o civismo, sejamos cívicos!

                                 

                                 


publicado por amarante_csg às 18:24
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

O que andamos a fazer. . .

Eis que nos encontramos perante a última e derradeira etapa do nosso projecto. Nesta última semana tornou-se um pouco complicado actualizar o nosso blogue, devido ao trabalho que temos tido. O diagnóstico que elaborámos, referente à cidade de Amarante, será colocado ainda durante esta semana aqui, já para não falar dos últimos preparativos relativamente aos nossos produtos finais, dos quais falaremos muito em breve.

 

Cumprimentos Criativos!

 


publicado por amarante_csg às 20:38
link do post | comentar | favorito

.Quem somos

Alunos do Colégio de São Gonçalo, 12º ano, de Ciências e Tecnologias a participar no Concurso Nacional de ideias "Cidades Criativas" - reflexão e estudo sobre as cidades portuguesas . Helena Melo, Ricardo Silva, Marlene Ribeiro, Rita Magalhães, Sara Carvalho

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. "Na era da criatividade, ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Editorial "Jornal de Amar...

. O nosso projecto em númer...

. "Diário dos cinco/CC" - C...

. Crónica 2.6.08 - "Diário ...

. Crónica 26.5.08 - "Diário...

. Nós estivemos lá!

.tags

. todas as tags

.links

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.posts recentes

. "Na era da criatividade, ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Exposição Cidades Criativ...

. Editorial "Jornal de Amar...

. O nosso projecto em númer...

. "Diário dos cinco/CC" - C...

. Crónica 2.6.08 - "Diário ...

. Crónica 26.5.08 - "Diário...

. Nós estivemos lá!

.pesquisar